ANUNCIAE AQUI!



02/03/2022

Mais de 2.000 civis ucranianos foram mortos desde invasão, diz estatal

Os ataques russos continuam nesta quarta (2/3); serviço estatal ucraniano contabilizou mais de 2.000 mortes nos sete dias de invasão

(crédito: Sergey Bobok/ AFP)

Segundo os registros do Serviço de Emergência do Estado da Ucrânia, mais de 2.000 civis ucranianos foram mortos devido à invasão russa até esta quarta-feira (2/3). “Mais de 2.000 ucranianos morreram, sem contar nossos defensores”, afirmou um comunicado da estatal. “Crianças, mulheres e nossas forças de defesa estão perdendo suas vidas a cada hora.”

O órgão também apontou para infraestruturas de transporte, casas, hospitais e jardins de infância que foram “destruídos” pelos militares russos nos últimos sete dias de conflito. Na madrugada desta quarta, um hospital em Kharkiv foi atingido durante bombardeio, segundo o governo.

Os conflitos entre a Ucrânia e a Rússia continuam. O governo russo anunciou a tomada de Kharkiv, cidade ucraniana ao leste do país. De acordo com assessor do governo ucraniano, uma nova rodada de negociações entre as duas nações foi confirmada para hoje.

O primeiro encontro entre as delegações após o início da invasão russa ocorreu na última segunda-feira (28/2). Os países não chegaram a um acordo em mais de cinco horas de duração e o conflito não teve avanço. Nesta terça (1º), o presidente ucraniano, Volodymyr Zelensky, disse que os russos devem parar de bombardear o país para que as negociações possam ser feitas.

A cidade de Kherson, ao sul ucraniano, e Kharkiv, ao leste, foram alvo de ataque russo hoje. Segundo o governo ucraniano, civis morreram.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postagem mais recente Postagem mais antiga Página inicial