ANUNCIAE AQUI!



14/02/2021

Prefeito Bruno Reis não descarta adotar isolamento social em Salvador na próxima semana

Decisão seria baseada no aumento de taxas de ocupação de leitos de Unidade de Tratamento Intensiva e no avanço do número de casos do novo coronavírus

Em uma coletiva realizada nesta sexta-feira (12), o prefeito Bruno Reis afirmou que não descarta adotar o isolamento social em Salvador na próxima semana. Isto poderá ocorrer se os números de casos do novo coronavírus não apresentarem uma redução até lá.

O gestor municipal disse durante a coletiva que estava preocupado com o aumento dos índices de ocupação nas Unidades de Tratamento Intensiva e também com a quantidade de pessoas nas filas de espera das Unidades de Pronto Atendimento (UPAs).

“Não está descartada a possibilidade de, se continuar esses números, na semana que vem, nós adotarmos medidas de isolamento social. Queremos isso? Não. Nunca quis isso. Já são praticamente 45 dias como prefeito e, em nenhum momento, adotamos medidas de restrições, porque os números vinham estáveis. Os números vinham mantendo uma média móvel que tínhamos capacidade de administrar. Mas, a gente começa a perceber uma curva ascendente que está crescendo de forma muito rápida”, alertou o prefeito.

De acordo com Bruno Reis, nos últimos três dias, o número de casos do novo coronavírus tem crescido de forma expressiva.  

 “O que mais preocupa a gente são o número de novos casos diários, o fator RT e a velocidade de aceleração. Então, tem um risco real de estar circulando outra cepa na cidade, muito mais agressiva, que tem feito os números crescerem, a ponto de trazer grande preocupação. Hoje pela manhã, nos acordamos com 72% de ocupação dos leitos de UTI”, ressaltou o prefeito.

“O problema são as pressões nas UPAs. Isso é real. Ontem, tinham 83 pacientes para serem regulados, dependendo de leitos de enfermaria e leitos de covid. Boa parte foi regulada e, hoje, nas nossas UPAs, tinham 18 pessoas dependendo de novos leitos. Esses números vinham baixos, mas o fato é que no estado todo. E efetivamente, tanto a prefeitura quando o governo do estado já está chegando nos números de leitos que tínhamos na primeira onda, e a capacidade de produzir mais leitos não é fácil. Mais do que nunca, precisamos do apoio da população”, explicou o prefeito de Salvador.

Bruno Reis também pediu o apoio da população para que esse números de casos sejam diminuídos.  

“Preciso pedir a todos que respeitem todos os protocolos. Não há outro caminho para enfrentar a pandemia ou o coronavírus do que seguirmos os protocolos e mantermos os distanciamentos, evitarmos aglomeração, utilizarmos máscara e fazer a higienização. A gente percebe, nas ruas, que, até em relação à utilização das máscaras, as pessoas já estão se acomodando. Temos ainda, por mais que as vacinas estejam aí, um longo caminho a percorrer”, alertou o prefeito.

No momento, Salvador apresenta 1.500 casos ativos de covid-19. É o maior número de ocorrências desde o mês de agosto. Além disso, a média de número de pacientes que precisam ser regulados em toda a Bahia esta em torno de 40, essa semana chegou a 83.

“É um número muito elevado e isso preocupa muito, porque estão muito próximos do pico da primeira onda. Todos os outros índices que permitem a gente a tomar decisões cresceram de forma acentuada a ponto de a gente se preocupar em perder o controle da situação”, conclui Bruno Reis.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postagem mais recente Postagem mais antiga Página inicial