2024: Previsões de Nostradamus têm guerra, seca, novo Papa e reviravolta na família real - David Gouveia Notícias

DENGUE

DENGUE

Última

13/12/2023

2024: Previsões de Nostradamus têm guerra, seca, novo Papa e reviravolta na família real

Centúrias do astrólogo e vidente francês indicam - ainda para 2023 - a chegada do anticristo e o início da Terceira Guerra Mundial

As centúrias de Nostradamus, mesmo publicadas em 1555, podem ser consideradas o maior roteiro de suspense - ou terror - já feito. Entra ano e sai ano, os textos do astrólogo, médico e vidente francês ganham novas leituras e interpretações daqueles que tentar vislumbrar o futuro. E com 2024 não está sendo diferente. De acordo com seus escritos, o ano que está chegando vai ser quente em todos os aspectos: clima, tensões geopolíticas e dança das cadeiras na família real britânica e no Vaticano.

Estudiosos dos 942 versos chamados quadras apontam que Nostradamus já teria previsto a ascensão de Adolf Hitler, o assassinato de John F. Kennedy, os ataques de 11 de setembro, a COVID-19 e a morte da Rainha Elizabeth - este último acabou levando o francês para a lista de best-sellers em 2022.

Para começar, as quadras indicam que haverá uma reviravolta no trono da Inglaterra e que Charles III será sucedido pelo príncipe Harry. Sim, interpretações das centúrias apontavam para um reinado curto do filho mais velho de Elizabeth II, e o texto ainda diz que "logo depois [de uma guerra desastrosa] um novo rei será ungido / Que, por um longo tempo, apaziguará a terra”, segundo o IFLScience.

De acordo com o autor britânico e especialista em Nostradamus, Mario Reading, Charles abdicaria por conta de controvérsias envolvendo seu nome e o da Rainha Camilla e o trono ficaria não com William, mas com Harry, aquele que “não tem a marca de um rei”.

Na questão geopolítica, já dizia o vocalista Chorão, "o couro vai comer". De acordo com as centúrias, haverá “combate e batalha naval” e que um “adversário vermelho ficará pálido de medo, colocando o grande oceano em pavor”. A interpretação dessa passagem indica um conflito envolvendo a China - o “adversário vermelho” - e a questão naval envolveria Taiwan, ilha foco de tensões na política internacional. Ah, sim, e vem a calhar também o fato de que a marinha chinesa é a maior do mundo.

O tema meio-ambiente também estaria nas previsões de Nostradamus e o cenário não é nada animador. “A terra seca ficará mais seca e haverá grandes inundações quando for vista”, escreveu ele. Os eventos climáticos ficariam ainda mais intensos - 2023 já está sendo marcado por isso - e a fome no mundo vai assustar - talvez com a chegada de alguma doença. “Fome muito grande através de onda pestilenta”, disse ele.

Aparentemente a coisa também vai esquentar no campo religioso. De acordo com as previsões, o Papa Francisco morrerá e um sucessor será escolhido. "Através da morte de um pontífice muito velho, um romano de boa idade será eleito, dele se dirá que enfraquece a sua sé, mas por muito tempo ficará sentado e em atividade mordaz”, escreveu ele.

Se depender de Nostradamus, o mundo terá distrações demais no ano que vem, mas ainda faltam algumas semanas para o fim de 2023 e algumas previsões do francês ainda não se concretizaram, como a vinda do anticristo e uma Terceira Guerra Mundial. Chega logo, ano novo!

Lembre de uma das principais manifestações do vidente na cultura pop, o que mostra que o sujeito está aí fazendo a cabeça de muita gente há bastante tempo. Confira o trailer de 'Nostradamus - O Homem que Viu o Amanhã', um clássico com apresentação de Orson Welles.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Post Top Ad

Responsive Ads Here