Brasil e Croácia trocam favoritismo antes das quartas da Copa 2022 - David Gouveia Notícias

DENGUE

DENGUE

Última

08/12/2022

Brasil e Croácia trocam favoritismo antes das quartas da Copa 2022

Partida que vale vaga na semifinal acontece nesta sexta-feira, às 12 horas (de Brasília), no estádio Cidade da Educação
REUTERS/Annegret Hilse

Em uma Copa do Mundo que já viu algumas zebras, o favoritismo significa menos ainda em relação a uma partida comum de futebol. Mesmo assim, jogadores de Brasil e Croácia, que se enfrentam nesta sexta-feira (9) por uma vaga na semifinal, não admitem maiores chances de vitória uns sobre os outros. A partida acontece às 12 horas (de Brasília), no estádio Cidade da Educação, em Doha, no Catar.

O lateral Danilo e o meio-campo Luka Modric trocaram favoritismo entre Brasil e Croácia na entrevista oficial na véspera da partida. O diferencial, desta vez, pareceu o respeito genuíno de parte a parte. Ao longo da história da Copas, as duas seleções se enfrentaram em duas oportunidades: na Alemanha 2006 (1 a 0) e no Brasil 2014 (3 a 1).

Danilo começou ressaltando a qualidade dos meio-campistas croatas. Vice-campeã na Rússia 2018, a equipe, claro, tem uma base envelhecida, mas ainda com extrema capacidade para surpreender o Brasil.

“A Croácia marcou cinco gols e sofreu dois até agora. Se não me engano, em seis participações na Copa chegou a uma final e teve três quartas. Conta com jogadores do calibre de Modric, como Kovacic, Perisic, Brozovic, habituados a grandes decisões. Vai ser uma partida que nos exige estar no máximo da concentração e empenho. É um adversário que vai bater de frente com a gente de todas as maneiras”, disse o jogador.

Para esta partida, o atleta deve, de novo, atuar improvisado na lateral-esquerda. Sem Alex Sandro, que ainda se recupera de uma lesão muscular na região do quadril, não teria condições de jogo. Éder Militão seria o lateral-direito no lugar de Danilo. Se isso se confirmar, a formação será repetida pela primeira vez nos quatro jogos até aqui.

Talvez nem os próprios croatas acreditassem em uma classificação para as quartas de final. A partida contra o Japão contou com uma atuação catastrófica dos rivais nas cobranças de pênalti. Uma vez na fase seguinte, a equipe quer ainda mais.

“Fizemos um bom trabalho por chegar às quartas de final, mas, independentemente disso, queremos mais. A maior partida da Copa do Mundo está bem à nossa frente. O Brasil é sempre favorito, mas especialmente nesta Copa merece isso. Temos que ser nós mesmos, dar nosso melhor. Não podemos ficar satisfeitos só com as quartas”, disse o camisa 10 da icônica camisa quadriculada.

O vencedor de Brasil e Croácia enfrentará quem avançar de Argentina e Holanda. As duas partidas acontecem na sexta-feira: a primeira, às 12 horas (de Brasília), no estádio Cidade da Educação; a outra, às 16 horas, no Lusail.

R7

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Post Top Ad

Responsive Ads Here