Ticker

6/recent/ticker-posts

Header Ads Widget




Ministério da Saúde confirma primeira morte por varíola dos macacos no Brasil


 O óbito foi registado em Minas Gerais, na cidade de Uberlândia, na última quinta-feira, 28. O paciente era um homem com baixa imunidade 

Ministério da Saúde informou nesta sexta-feira, 29, que o Brasil registrou a primeira morte por varíola dos macacos.

Essa é a primeira morte do surto mundial fora do continente africano, onde a doença é endêmica. O óbito foi registrado em Minas Gerais na última quinta-feira, 28.

Segundo a pasta, o paciente era um homem de 41 anos e já tratava outras doenças, incluindo um câncer, o que ocasionou o agravamento do seu quadro de saúde.

Ele estava hospitalizado em um hospital público de Belo Horizonte, onde sofreu um choque séptico, agravado pela varíola dos macacos.

Há seis dias, a doença foi declarada como emergência de saúde pública de interesse internacional. Conhecida internacionalmente como monkeypox, a doença já atingiu neste ano 20.637 pessoas em 77 países.

Em uma semana, o Brasil registrou um crescimento de 65% nas notificações de varíola dos macacos. São 1.066 casos, sendo 823 apenas em São Paulo. Três casos de varíola em crianças foram confirmados na cidade São Paulo nesta sexta-feira. Outros 513 suspeitas estão em monitoramento.

O Ministério da Saúde começou tratar a doença como um surto. O Centro de Operação de Emergências (COE) criado pelo Ministério da Saúde começa sua operação nesta sexta-feira. A pasta firma que tem uma articulação direta com os estados para monitoramento dos casos e rastreamento dos contatos dos pacientes.

Na segunda-feira, 25, o ministro Marcelo Queiroga disse que o Brasil “fez o dever de casa” diante do surto de varíola dos macacos desde o início da epidemia.  Queiroga disse que o Brasil se preparou para lidar com o vírus, providenciando laboratórios para diagnóstico, identificação dos casos e isolamento dos pacientes. 

Fonte:/exame


Postar um comentário

0 Comentários