ANUNCIAE AQUI!



19/03/2022

Mísseis russos matam dezenas de soldados em quartel, diz Ucrânia

 Autoridade ucraniana fala em mais de 40 mortos na cidade de Mykolaiv, mas operações de resgate seguem em andamento

Soldados ucranianos procuram corpos após ataque russo em base na cidade de Mykolaiv matar dezenas de militares Foto: BULENT KILIC / AFP

KIEV — Um ataque de mísseis russo matou dezenas de soldados ucranianos em um quartel militar em Mykolaiv, no Sul da Ucrânia, segundo relataram testemunhas a diferentes jornais internacionais neste sábado. Uma autoridade ucraniana disse ao New York Times que mais de 40 morreram, mas as operações de resgate ainda estão em andamento.

Vazia e melancólicaBarricadas, fuzis e silêncio levam a festiva Kiev de volta ao clima da Segunda Guerra

Um soldado entrevistado no local do ataque, que ocorreu na sexta, afirmou que "nada menos que 200 soldados dormiam no quartel".

— Pelo menos 50 corpos foram recuperados, mas não sabemos quantos ficaram sob os escombros — acrescentou o soldado Maxime, de 22 anos.

No necrotério da cidade, dezenas de corpos de soldados uniformizados foram colocados lado a lado em uma área de armazenamento, segundo o New York Times. Um funcionário do necrotério não espeficou quantos foram trazidos do local do ataque.

— Muitos — disse o funcionário. — Não vou dizer quantos, mas muitos.

EntrevistaNa guerra na Ucrânia, Brasil assumiu posição com outras nações democráticas, diz diplomata dos EUA

Um outro soldado entrevistado no local, identificado apenas como Evguéniï, estimou que o ataque pode ter matado 100 pessoas. Segundo a BBC, uma fonte confiável disse que 57 pessoas estavam sendo tratadas em três hospitais locais.

— Continuamos contando, mas é impossível saber em vista do estado dos corpos — disse um socorrista.

Localizado no norte da cidade, o quartel foi completamente devastado após ser atingido por seis foguetes na manhã de sexta-feira.

— [Os russos] Realizaram covardes ataques com mísseis contra soldados que dormiam. Uma operação de resgate está em andamento — declarou o governador regional de Mykolaiv, Vitaly Kim, em um vídeo postado no Facebook na manhã deste sábado.

EntendaO que são os mísseis hipersônicos, usados pela Rússia na Ucrânia

O prefeito de Mykolaiv, Oleksandre Senkevych, citado pela mídia ucraniana, indicou que a cidade havia sido bombardeada da região vizinha de Kherson, que está sob controle russo.

Equipes de resgate estão usando pás e as próprias mãos para tentar libertar os sobreviventes dos escombros. Em um vídeo filmado pelo jornal sueco Expressen, citado pela CNN, um soldado ucraniano é visto sendo retirado vivo dos destroços.

Na cidade de Makariv, próxima à capital Kiev, um ataque de morteiros matou sete pessoas e deixou outras cinco hospitalizadas na sexta, segundo informou a polícia local em um comunicado neste sábado.

"Como resultado do bombardeio inimigo em Makariv, sete civis foram mortos", disse o comunicado.

Também na sexta-feira, bombardeios nos subúrbios da cidade de Zaporíjia mataram nove pessoas e deixaram 17 feridas, segundo informou neste sábado o vice-prefeito Anatoliy Kurtiev.

Neste sábado, Kurtiev também anunciou que os militares implementaram um toque de recolher de 38 horas em Zaporíjia, que estava sendo atacada pelas forças russas com morteiros, tanques, helicópteros e sistemas de foguetes.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postagem mais recente Postagem mais antiga Página inicial