Ticker

6/recent/ticker-posts

Header Ads Widget




'Moro é chefe de quadrilha', diz Lula sobre o ex-juiz suspeito

O ex-presidente Lula denunciou que a Lava Jato tinha um acordo com o Departamento de Justiça dos EUA para impedir o desenvolvimento econômico do país
O ex-presidente Lula e o ex-juiz suspeito Moro (Foto: Reprodução | ABr)

O ex-presidente Lula (PT) afirmou, em entrevista à Rádio Clube de Blumenau, nesta quarta-feira, 15, que o ex-juiz parcial da Lava Jato, Sergio Moro (Podemos), e o ex-coordenador da força-tarefa, Deltan Dallagnol, são “chefes de quadrilha” que deram prejuízos econômicos ao Brasil.

Ele ainda destacou que saiu da cadeia “muito mais preparado e com muito mais consciência sobre o que tinha acontecido no Brasil”. 

“Tenho consciência de que o Moro era chefe de uma quadrilha. Tenho consciência de que a Força Tarefa de Curitiba era uma quadrilha coordenada por Dallagnol. Isso já está provado”, disse.

Lula denunciou novamente que a Lava Jato tinha um acordo com o Departamento de Justiça dos Estados Unidos para impedir o desenvolvimento do setor de engenharia e de petróleo e gás no país.

“O objetivo, além de me tirar das eleições de 2018 como aconteceu, era também o de desmontar toda a estrutura da Petrobras, que era a empresa que mais fazia investimentos do Brasil. Tentaram acabar com a indústria de óleo e gás. Tentaram acabar com a regulamentação envolvendo o petróleo para o povo brasileiro e acabaram com a indústria de engenharia do país”, afirmou. 

“Esse processo que me levou à prisão gerou 4 milhões e 400.000 desempregos no Brasil. Esse processo que me levou à prisão efetivamente gerou um prejuízo de investimentos de 272 bilhões de reais e fez com que os estados deixassem de arrecadar 58 bilhões de reais. Tudo isso já está provado e denunciado”, argumentou o petista. 

Postar um comentário

0 Comentários