ANUNCIAE AQUI!



26/12/2021

Bahia tem 18 mortes, barragens rompidas e milhares de desabrigados após enchentes

Os municípios baianos de Itambé, Jussiape eVitória da Conquista estão em alerta após o rompimento de duas barragens na noite de Natal, 25 de dezembro. 



De acordo com a prefeitura de Vitória da Conquista, os moradores já haviam sido avisados sobre o risco iminente e não houve feridos nem foram constatados maiores prejuízos nas localidades próximas. Já na manhã deste domingo, a prefeitura de Jussiape, na região da Chapada Diamantina, anunciou que uma barragem da região se rompeu e que uma forte enxurrada deve atingir áreas do município, e pediu que moradores busquem lugares mais seguros.

 Em pronunciamento nas redes sociais, a prefeitura disse que o cenário pode se tornar muito perigoso, e por isso, pediu para que as pessoas evitem lugares de risco. 

 Na região de Vitória da Conquista, o monitoramento do volume de água está sendo feito, principalmente na BR-116, na altura do Vale dos Quatis. 

 As autoridades esperam que não seja necessário interditar a estrada. Participam da força-tarefa, a Defesa Civil e os técnicos da prefeitura, além da Polícia Rodoviária Federal e de equipes da Via Bahia.

 Enxurradas 

 Na manhã de sábado (25), a barragem de Iguá recebeu um grande volume de água do rompimento da barragem dos Quatis, localizada no distrito do Pradoso. A enxurrada acabou levando a ponte que liga o povoado do Tesoureiro à Vitória da Conquista. A prefeitura usou máquinas para tentar escoar a água e cerca de 100 famílias que residem em Iguá chegaram a ficar ilhadas.

Barragem em Jussiape se rompe, e Prefeitura de Itambé pede que moradores deixem suas casas — Foto: Divulgação / Terra Querida Jussiape BA



Com o rompimento de mais uma barragem, a prefeitura de Itambé também intensificou os alertas à população. Os rios que passam pelo município devem receber todo o volume de água da barragem de Iguá. O Rio Verruga já transbordou e famílias estão desabrigadas no município. 

 Ações de socorro

 Os números de desabrigados e desalojados no sul da Bahia por causa das chuvas que começaram na última quinta-feira (23) vêm aumentando. De acordo com a Defesa Civil, os desabrigados já ultrapassam 10 mil. O número de desalojados se aproxima de 20 mil. 

 A região do sul da Bahia vem sofrendo com as fortes chuvas do último mês. Ao menos 19 cidades estão sendo atingidas e 66 continuam em estado de emergência. 

 Ontem, o governador do estado, Rui Costa, determinou a instalação de uma base de apoio em Ilhéus e, hoje (26), deve sobrevoar as áreas mais atingidas na região. O governo federal também está envolvido nas ações de socorro, por meio da Secretaria Nacional de Defesa Civil e outros órgãos, e vai enviar combustível, aeronaves e agentes para apoiar a operação.

 O número de feridos chega a 500 e a população total atingida se aproxima de 400 mil. O total de mortos pelas enchentes é de 18 pessoas.

 Mais chuvas O Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet) e o Centro Nacional de Monitoramento e Alertas de Desastres Naturais (Cemaden) mantêm o alerta de risco de novas inundações e deslizamentos de terra na Bahia. As precipitações devem continuar, com possibilidade de se estender, pelo menos, até a próxima terça-feira (28), segundo o Cemaden.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postagem mais recente Postagem mais antiga Página inicial