ANUNCIAE AQUI!



22/11/2021

Foragidos da Justiça são presos em Teresina durante a prova do Enem

Os três já estavam sendo monitorados pela Polícia Federal. Ao todo, 27 pessoas foram presas em todo o Brasil

Foto: Tânia Rêgo / Agência Brasil

A Polícia Federal prendeu três pessoas que estavam foragidas da Justiça e iam fazer a prova do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem), neste domingo (21), em Teresina.

Entre os presos, está um homem de 32 anos acusado de participar de um assalto a banco no Maranhão.

Durante a coletiva de imprensa, a Polícia Federal informou que foram 27 presos ao todo no país, no cumprimento de mandados judiciais.

Eles estavam sendo monitorados pelas polícias Federal e Civil depois que se inscreveram no Enem e indicaram Teresina como local de aplicação das provas.

Os policiais aguardaram que os procurados se identificassem nas salas de aplicação das provas para realizar as prisões.

Segundo a Secretaria de Segurança Pública do Piauí (SSP-PI), a primeira prisão foi a do investigado de assalto a banco, que fazia a prova no Centro Estadual de Tempo Integral (CETI) Professor Edgar Tito, localizado no Bairro Memorare, na zona norte de Teresina.

O segundo preso tem 44 anos e estava foragido da Justiça de São Paulo. Ele é acusado de peculato (apropriação indevida de bem) e estava no Centro de Ciências Agrárias da Universidade Federal do Piauí (UFPI), na zona leste.

Uma mulher natural de Juazeiro do Norte (CE), que estava foragida da Justiça do Ceará, foi presa na Unidade Escolar Professora Maria de Lourdes Rebelo, na zona Leste. Não foi informada a idade nem o crime do qual ela é acusada.

As prisões ocorreram em uma ação conjunta entre as Polícias Federal, Civil e Militar. Os presos foram levados para a Central de Flagrantes de Teresina e ficarão à disposição da Justiça em unidades prisionais do sistema penitenciário do Piauí.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postagem mais recente Postagem mais antiga Página inicial