ANUNCIAE AQUI!



21/10/2021

Após suspensão da China a exportações, preços da carne, frango e suínos já recuam no atacado

Arroba do boi gordo atingiu menor patamar do ano depois de o país asiático suspender exportações brasileiras
Foto: Divulgação/Abiec

Após o embargo da China às importações de carne brasileira para o país, que já dura 45 dias, o preço do boi vivo reduziu no Brasil e, segundo especialistas ouvidos pelo jornal O Globo, o alívio dos preços poderá chegar ao consumidor final.

De acordo com o jornal, o preço da arroba do boi gordo fechou na última semana em R$ 266,80, atingindo o menor valor do ano, segundo o Centro de Estudos Avançados em Economia Aplicada (Cepea), da Esalq/USP.

Tal queda, segundo a publicação, já aparece nos índices de inflação no atacado do Índice Geral de Preços da (IGP), da Fundação Getulio Vargas (FGV), que mostra queda de 4,11% no preço do boi vivo na primeira prévia de outubro.

Na última terça-feira (19), a arroba do boi fechou em R$ 272,55, 2,1% mais que o piso alcançado na semana passada, mas a tendência é de queda no mês, segundo analistas. O preço da arroba caiu 8,5% em outubro até agora, depois de ter recuado mais 4% em setembro.

A queda no preço da carne bovina também reflete em outras proteínas no atacado, como o quilo do frango congelado, que segundo a Cepea/USP, ficou 3% mais barato em 30 dias em São Paulo. O preço da carne suína caiu 3,6% na última semana.

Ao O Globo, analistas dizem que essas quedas nos preços devem chegar ao consumidor se o embargo chinês se mantiver por mais tempo. A previsão inicial do governo brasileiro e dos produtores de carne era de uma suspensão das exportações por 15 dias, mas a suspensão da China já dura 45 dias.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postagem mais recente Postagem mais antiga Página inicial