ANUNCIAE AQUI!



10/08/2021

Câmara derrota Bolsonaro e rejeita PEC do voto impresso

 


O plenário da Câmara dos Deputados rejeitou, em primeiro turno, a Proposta de Emenda à Constituição 135/19, chamada de PEC do voto impresso. Foram 229 votos contrários, 218 favoráveis e 01 abstenção. Eram necessários 308 votos para a aprovação e submissão a nova votação em segundo turno. 

O texto original, da deputada Bia Kicis (PSL-DF), determinava a impressão de "cédulas físicas conferíveis pelo eleitor" feita logo após o voto e depositado automaticamente em uma urna à parte. 

A PEC  já havia sido negada na Comissão Especial, na última sexta (6), por 23 votos a 11. Entretanto, considerando caráter consultivo e não terminativo, o presidente da Câmara, Arthur Lira (PP-AL), levou a matéria ao plenário. 

Um dia antes, na quinta (05), a mesma comissão já tinha rejeitado o parecer do deputado Filipe Barros (PSL-PR), que propôs um texto substitutivo para incluir a contagem pública e manual dos votos a partir de cédulas impressas no momento da votação. 

Classificação Indicativa: LIVRE

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postagem mais recente Postagem mais antiga Página inicial