ANUNCIAE AQUI!


09/05/2018

Lula queria comprar sítio, mas achava longe, diz ex-chefe de gabinete

Em depoimento ao juiz Sérgio Moro, Gilberto Carvalho declarou que o ex-presidente só soube da existência da propriedade em janeiro de 2011


Chefe do gabinete pessoal de Lula durante os seus oito anos de governo, Gilberto Carvalho disse que o sítio de Atibaia só foi “oferecido” ao ex-presidente pela família Bittar ao final da gestão do petista.
Em depoimento ao juiz Sérgio Moro, Carvalho declarou que Lula só soube da existência da propriedade em janeiro de 2011.

O ex-chefe de gabinete afirmou, a exemplo do que também disse Paulo Okamotto – do Instituto Lula – que o ex-chefe do Palácio do Planalto tinha o desejo de comprar o sítio de Fernando Bittar, amigo da família, mas estava em dúvida porque achava Atibaia “muito longe” e “preferia uma coisa mais perto”.

A família Lula viajou ao local 111 vezes desde 2012, conforme documentos de pedágio coletados pela força-tarefa da Lava Jato.

O ex-presidente é alvo de ação na 13ª Vara Federal de Curitiba por reformas bancadas pela Odebrecht, OAS e pelo pecuarista José Carlos Bumlai no sítio, no valor de R$ 1,05 milhão. Com informações do Globo.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postagem mais recente Postagem mais antiga Página inicial