ANUNCIAE AQUI!



08/06/2017

PSDB avalia que Temer não concluirá mandato

Tucanos começam a planejar o desembarque do governo ; reunião marcada para a segunda deve definir posicionamento do partido


Novas delações e o decorrer do julgamento no Tribunal Superior Eleitoral (TSE) fez com que as bancadas do PSDB na Câmara e do Senado se movimentassem no sentido de desembarcar do governo de Michel Temer (PMDB). Os tucanos são os principais aliados do PMDB e conforme o líder da sigla na Ricardo Tripoli disse à Folha de SP, “a maioria dos senadores defende a saída do governo e a entrega dos ministérios, mantendo o apoio à agenda [reformas]”.

A opinião sobre a saída não é um consenso geral, é unanime, porém, a percepção que Temer não termina o governo. As declarações foram dadas logo após reunião da bancada de deputados. O PSDB fará uma reunião “estendida” na próxima segunda-feira (12) para debater o assunto.
O presidente do partido, senador Tasso Jereissati, disse nesta quarta que “não vai parar de ter fato novo” contra Temer e que segunda é o “limite” para essa decisão.


O partido vem adiando há quase um mês a decisão sobre sua permanência. Os tucanos têm hoje quatro ministérios: Relações Exteriores, Cidades, Secretaria de Governo e Direitos Humanos, e correspondem à segunda maior sigla da base, ficando atrás apenas do PMDB de Temer.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postagem mais recente Postagem mais antiga Página inicial