Com tabus em jogo, Bahia e Vitória decidem o Baianão na Fonte Nova - David Gouveia Notícias

DENGUE

DENGUE

Última

08/05/2016

Com tabus em jogo, Bahia e Vitória decidem o Baianão na Fonte Nova

Tricolor tenta superar seca de triunfos sobre maior rival para conquistar tricampeonato. Com boa vantagem, Leão quer manter escrita sobre adversário e voltar a ser campeão

 Ainda que o Vitória tenha uma ótima vantagem, ainda que o Bahia jogue em casa, ainda que Marinho seja a figura da determinação, e Hernane a dos gols... Ainda que o Leão não saiba o que é perder para o maior rival há oito jogos, e ainda que o Tricolor não saiba o que é deixar de conquistar o Campeonato Baiano há dois anos... É impossível prever qualquer resultado para o Ba-Vi deste domingo. Adversários históricos e grandes forças do estado, Bahia e Vitória já protagonizaram inúmeras quebras de escritas e reviravoltas. Por isso, a única coisa certa neste domingo é que um jejum cairá: o de títulos do Rubro-Negro ou de seca de triunfos do Esquadrão sobre o adversário? Só às 16h, na Arena Fonte Nova, para saber.

No primeiro Ba-Vi do ano na Fonte, Vitória bateu o Bahia por 2 a 0 (Foto: Fotos: Felipe Oliveira / Divulgação / EC Bahia)

Derrotado por 2 a 0 no jogo de ida, mas com a melhor campanha na primeira fase do Baianão, o Bahia precisa vencer por, pelo menos, dois gols de diferença para ficar com o tricampeonato estadual. O Vitória, por sua vez, pode até empatar ou ser derrotado por um gol para quebrar o jejum de conquistas que já dura dois anos.

Ao mesmo tempo em que foram unânimes ao longo da semana ao dizer que o título baiano não é impossível, os jogadores do Bahia também reconheceram que a tarefa será a mais difícil deste início de temporada. Em jejum de vitórias sobre o maior rival que já dura oito jogos – ou mais de dois anos -, sendo que sequer marcou um gol nos dois últimos clássicos, os atletas admitiram que será preciso muito mais que um bom jogo para superar a vantagem do Vitória. Será fundamental fazer a melhor partida da temporada. Para isso, não faltou treinamento e mistério no Fazendão. Na semana que antecedeu o Ba-Vi, Doriva promoveu trabalhos em dois turnos, alguns fechados para a imprensa. Resta agora esperar que o treinador revele os segredos no duelo de logo mais.

O triunfo sobre o rival no primeiro jogo da final deixou o Vitória muito perto de conquistar um título que não vem desde 2013. O técnico Vagner Mancini e os jogadores, entretanto, pedem calma, muita calma nessa hora. Todos são unânimes em destacar as qualidades do Bahia para deixar claro que não tem nada garantido. É preciso jogar o jogo. E jogar o jogo significa não colocar o regulamento debaixo do braço: é preciso entrar para ganhar, mesmo porque um novo triunfo seria importante para ratificar uma superioridade sobre o adversário. 

O árbitro do clássico vem novamente do Rio Grande do Sul. Apita o jogo Leandro Pedro Vuaden, auxiliado por Bruno Raphael Pires e Luiz Cláudio Regazone.

(Fonte:GloboEsporte)

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Post Top Ad

Responsive Ads Here