ANUNCIAE AQUI!



30/11/2020

Mortes por covid-19 podem aumentar na Bahia nas próximas semanas, alerta secretário da saúde

 

Divulgação

As aglomerações causadas pelas atividades de campanhas políticas e festas em geral fizeram com que as taxas de contaminação pela covid-19 registrassem aumento na Bahia nas duas últimas semanas. Neste domingo (29), o estado registrou 11.255 casos ativos da Covid-19, maior número desde 29 de agosto em que eram contabilzados 12.8299 pacientes com o vírus ativo. 

 

De acordo com o secretário estadual da saúde, Fábio Vilas-Boas, os atos políticos durante as campanhas eleitorais ocasionaram no crescimento no número de casos da doença no território baiano. Segundo o gestor, o mesmo fenômeno ocorreu em outros estados.

 

 "Com as carreatas, com as festas, a população não conseguiu se desmobilizar da forma como se mobilizou e esses fenômenos pré-eleitorais foram responsáveis por alavancar isso em todo o país. Nós vimos acontecer em São Paulo, no Paraná, no Espírito Santo, no Rio de Janeiro e aqui na Bahia já temos uma semana, indo para duas semanas de aumentos sucessivos de casos ativos, do número de casos notificados e do número de testagens no Laboratório Central do Estado e de notificações por parte dos municípios".

 

Ainda de acordo com Vilas-Boas, apesar de a Bahia atualmente está com o número de mortes ocasionadas pelo vírus em estabilidade, o índice de mortalidade pode aumentar nas próximas semanas. "Embora nós não tenhamos até esse momento uma elevação na taxa de mortalidade é possível que isso venha a acontecer ao longo das próximas semanas. Até porque a doença não mata nos primeiros dias. Na maioria das vezes, a pessoa fica internada e morre dias depois", explica.

 

De acordo com o último boletim emitido pela Secretaria Estadual da Saúde (Sesab), nas últimas 24 horas foram registrados 2.915 novos diagnósticos e 20 mortes provocadas pela doença. Dos 401.419 casos confirmados desde o início da pandemia, 381.917 são considerados recuperados.

 

Os casos confirmados ocorreram em 417 municípios baianos, com maior proporção em Salvador (24,66%). Os municípios com os maiores coeficientes de incidência por 100.000 habitantes foram Ibirataia (9.319,49), Itabuna (6.900,29), Aiquara (6.882,59), Madre de Deus (6.826,91), Almadina (6.789,90).

 

O número total de óbitos por Covid-19 na Bahia desde o início da pandemia é de 8.247, representando uma letalidade de 2,05%.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postagem mais recente Postagem mais antiga Página inicial