ANUNCIAE AQUI!



20/03/2017

Levantamento aponta impopularidade de reforma eleitoral do Congresso

A proposta de mudar o modelo de voto de lista aberta, na qual o eleitor escolhe os candidatos de sua preferência, para o de lista fechada, em que o voto é direcionado ao partido, não é popular, de acordo com um levantamento realizado pelo jornal O Globo.
 
Segundo a publicação, a proporção do voto em legenda foi de 14% para a eleição de deputado federal em 1998, e veio caindo até registrar 8,4% em 2014. Em números absolutos, a perda foi de 1,2 milhão de votos.
 
A ideia foi apresentada na última semana após uma reunião de Michel Temer com os presidentes do Senado, Eunício Oliveira, da Câmara, Rodrigo Maia, e do TSE, Gilmar Mendes. A medida havia sido rejeitada pela Câmara em 2015, quando apenas 21 deputados votaram a favor.
 
Ainda segundo o levantamento, o PT e o PMDB conquistaram 45% do total de votos de legenda da eleição de 2014 para deputado federal. O PMDB, um dos partidos que lideram o debate, ficou com pouco mais de 9%. O PT, que sempre teve um volume alto, vem perdendo espaço. 
 
Além disso, a preferência partidária no Brasil vem declinando e atingiu a menor média em 2015 e 2016. 70% das pessoas afirmaram não ter preferência por qualquer um dos partidos.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postagem mais recente Postagem mais antiga Página inicial