Turista brasileira sofre estupro coletivo na Índia; 4 suspeitos são presos - David Gouveia Notícias

DENGUE

DENGUE

Última

04/03/2024

Turista brasileira sofre estupro coletivo na Índia; 4 suspeitos são presos

Mulher viajava com o marido quando, ao pararem para acampar, foi atacada por pelo menos sete homens

Foto: Reprodução/Instagram


Uma turista brasileira foi vítima de um estupro coletivo na Índia na noite da última sexta-feira (1º), de acordo com informações da polícia local. O incidente ocorreu em Dumka, no estado de Jharkand, no nordeste, próximo à fronteira com Bangladesh. As informações são da Folha de S. Paulo.

A vítima, Fernanda Santos, também tem nacionalidade espanhola.

Segundo a imprensa indiana, o crime foi cometido por entre oito e dez homens. O jornal The Times of India relata que o casal teria caminhado após o episódio em busca de agentes de segurança até encontrar uma van da polícia local e ser encaminhado a um hospital da região.

Procurada na manhã deste domingo (3), a embaixada do Brasil em Nova Déli informou em nota que Santos e o marido, o cidadão espanhol Vicente Barbera, sofreram “um grave ataque criminoso” enquanto visitavam o país a turismo.

O setor consular não fornece detalhes sobre a agressão em respeito à privacidade das vítimas, mas informa que o casal recebeu atendimento médico, denunciou o crime às autoridades e identificou sete suspeitos.

Sabia-se da prisão de três deles. Neste domingo, porém, o diretor-geral da polícia de Jhakhand, Ajay Kumar Sing, disse ao jornal The Indian Express que quatro já haviam sido detidos. “E os três restantes serão presos em breve”, completou.

Por volta de meio-dia deste domingo, o casal publicou um vídeo no Instagram agradecendo ao apoio que tem recebido e afirmando que a polícia está fazendo “todo o possível”, já tendo em mãos nomes e demais dados de todos os suspeitos.

“Não pensem que a Índia é assim”, diz Barbera. “É um grande país, e vale a pena visitar, com suas coisas boas e suas coisas ruins.”

Santos, nitidamente abalada, endossa: “Os indianos são boa gente. Nos deparamos com ‘indesejáveis’ que esperamos que morram na cadeia, mas a polícia está fazendo tudo o que pode.”

Inicialmente, o casal gravou vídeos descrevendo o ataque e os publicou nas redes sociais. Mas as imagens foram posteriormente apagadas por recomendação dos policiais, segundo as próprias vítimas relataram em uma outra postagem temporária. Esta tampouco está disponível.

Eles contavam, segundo o jornal espanhol El País, terem sido atacados após montarem uma barraca para se abrigar. Barbera também afirmou que os criminosos colocaram uma faca em seu pescoço para ameaçá-lo.

Nos vídeos divulgados, ambos apresentam feridas no rosto. “O que aconteceu conosco, nós não desejamos a ninguém”, disse Santos.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Post Top Ad

Responsive Ads Here