Eduardo Leite se esbalda com Ivete Sangalo; RS padece com mortos, desabrigados e feridos - David Gouveia Notícias

DENGUE

DENGUE

Última

01/10/2023

Eduardo Leite se esbalda com Ivete Sangalo; RS padece com mortos, desabrigados e feridos

Enquanto seu estado sofre uma das maiores tragédias da sua história, governador deixa rolar a festa em São Paulo



Enquanto seu estado passa por um de seus momentos mais difíceis, com 46 mortos, 4,7 mil desabrigadas, 20 mil desalojadas e 925 feridos em decorrência das chuvas que afetaram 97 municípios, o governador do Rio Grande do SulEduardo Leite (PSDB), se esbaldava em São Paulo.

Em um momento relaxado ao lado do namorado, o médico Thalis Bolzan, Leite deixou rolar a festa no show de Ivete Sangalo.

Ele foi filmado e fotografado pela coluna de Paulo Cappelli neste sábado (30), na primeira fila do estádio Allianz Parque, na zona oeste da capital.

Na mesma semana, na última quarta-feira (27), um novo ciclone provocou a terceira maior enchente da história de Porto Alegre. Um homem foi encontrado morto com sinais de afogamento, e mais de 180 pessoas foram colocadas em abrigos públicos.

Decreto

O Rio Grande do Sul se encontra desde o último dia 6 em estado de calamidade pública. A situação possibilita compras e obras públicas emergenciais, além de garantir formalizações para o recebimento de recursos federais.

O decreto assinado por Eduardo Leite abrange 79 cidades.

Procurado pela coluna, o governador não retornou o contato.

Janja visita o estado

A Primeira-dama Janja Lula da Silva sobrevoou e visitou as áreas atingidas por tempestades extratropicais no Rio Grande do Sul nesta quinta-feira (28). A capital do estado, Porto Alegre, fica à beira do Rio Guaíba, que teve sua maior cheia em 82 anos, segundo o MetSul Meteorologia. 

Na ausência do presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT), que repousa para fazer cirurgia no quadril, Janja acompanhou o ministro-chefe da Secretaria de Comunicação Social Paulo Pimenta (PT) nos municípios gaúchos de Estrela, Muçum e Arroio do Meio.

As ações do Governo Federal

A Primeira-dama esteve em ginásios que serviram de abrigos para 36 famílias na cidade de Estrela (RS), onde também distribuiu cestas básicas destinadas à população a partir de doações da Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias.

"Junto com o Ministro Paulo Pimenta, fiz a entrega simbólica de 20 mil cestas básicas nos municípios de Estrela, Muçum e Arroio do Meio. Articulamos para que a doação das cestas pela Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias chegassem aos locais mais atingidos pelas enchentes causadas pela crise climática. Muitas famílias perderam o acesso às necessidades básicas, como a alimentação", escreveu Janja em seu X. 

Em Muçum (RS), um dos municípios mais afetados pela passagem do ciclone extratropical, o prefeito Mateus Trojan (MDB) apresentou Janja a Escola Municipal Castelo Branco, em um bairro atingido frequentemente por enchentes. A socióloga associou o desastre à questão das mudanças climáticas e refletiu sobre a redução de danos diante do clima desregulado.

A comitiva do governo federal entregou parte das 20 mil cestas básicas doadas pela entidade religiosa em parceria com a Mesa Brasil (SESC), uma iniciativa de bancos de alimentos, para famílias atingidas pela tragédia climática.

Por fim, em Arroio do Meio (RS), ela visitou a Cozinha Solidária do Movimento dos Atingidos por Barragens (MAB) no Seminário Sagrado Coração de Jesus. A organização distribuiu 20 mil refeições para as famílias e também recebeu doações de cestas básicas.

"O nosso lema do nosso governo do presidente Lula é união e reconstrução. Esse é um momento de muita união, reconstrução e solidariedade. O presidente Lula tem falado muito que o Brasil precisa ser aquele país da solidariedade que a gente sempre foi. A gente vê nesses momentos o quanto o povo do Rio Grande do Sul é solidário," declarou a primeira-dama

Fonte:revistaforum

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Post Top Ad

Responsive Ads Here