Mais dois suspeitos de atirar e matar agente federal em Valéria são mortos pela polícia - David Gouveia Notícias

DENGUE

DENGUE

Última

15/09/2023

Mais dois suspeitos de atirar e matar agente federal em Valéria são mortos pela polícia

Ao todo, quatro criminosos não resistiram a confrontos com forças de segurança durante operação contra o tráfico de drogas


 Mais dois suspeitos de atirar e matar um policial federal e ferir outros dois agentes foram mortos na manhã desta sexta-feira (15), no bairro de Valéria, em Salvador. A informação é da Secretaria de Segurança Pública da Bahia (SSP-BA). A dupla, cujos nomes não foram divulgados, foi localizada por delegados e investigadores da Coordenação de Operações e Recursos Especiais (Core), da Polícia Civil.

Segundo a SSP, os dois acusados estavam com duas pistolas calibre 9mm, carregadores e munições.

A dupla foi encontrada entre os bairros de Valéria e Rio Sena, em um região de mata fechada. Na tentativa de abordagem, houve confronto, e os dois homens acabaram atingidos. Eles foram socorridos, mas não resistiram, de acordo com a pasta de Segurança.

Alvejados na ação, o policial civil Vockton Carvalho Freire e a policial federal Hosannah Caria Carneiro foram socorridos para o Hospital Geral do Estado (HGE). Não há informações sobre o estado de saúde deles.

Desde o início da operação, dois fuzis calibre 5,56, duas pistolas, carregadores, munições, rádios comunicadores e roupas camufladas foram apreendidos.

O agente federal morto foi identificado como Lucas Monteiro Caribé. Ele foi alvejado durante um cerco a integrantes de uma facção envolvida com tráfico de drogas, homicídios, roubos, entre outros delitos. As buscas por foragidos continuam. O governador Jerônimo Rodrigues (PT) lamentou a morte do policial e afirmou que a investida é uma reação do crime organizado à atuação das forças de segurança.

O governador da Bahia, Jerônimo Rodrigues (PT), lamentou a morte de um policial federal durante uma megaoperação contra o tráfico de drogas na manhã desta sexta-feira (15), no bairro de Valéria, em Salvador. Ele afirmou que a investida é uma reação do crime organizado à atuação das forças de segurança. A declaração foi dada em entrevista à TV Bahia.

A Operação Fauda foi deflagrada pela Força Integrada de Combate ao Crime Organizado (Ficco), parceria entre a PF e a SSP, e visa cumprir ordens judiciais na capital baiana.

Cerca de 100 policiais de unidades ordinárias e especializadas participam da ação.

Fonte:bahia.ba

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Post Top Ad

Responsive Ads Here