Líder da chacina em Mata de São João morre em confronto com a polícia - David Gouveia Notícias

DENGUE

DENGUE

Última

06/09/2023

Líder da chacina em Mata de São João morre em confronto com a polícia


 Morreu em troca de tiros com a polícia, na noite desta terça-feira (5), o autor da chacina que vitimou nove pessoas em Mata de São João, na Região Metropolitana de Salvador (RMS). Thiago de Jesus Santos, 28 anos, o Bebeu, único envolvido no crime que estava foragido, tentou fugir quando foi abordado por guarnições da 53ª Companhia Independente da Polícia Militar (CIPM), na BA-093, sentido Dias D’Ávila. Na fuga, trocou tiros com os policiais e acabou morto.

A identificação dos envolvidos no crime ocorreu graças ao trabalho dos policiais do Departamento Especializado de Investigação e Repressão ao Narcotráfico (Denarc) e do Departamento de Polícia Metropolitana (Depom) que elucidaram o caso logo após o ocorrido.

O bandido que integrava a facção criminosa Comando Vermelho era apontado como responsável por cerca de 50 homicídios, em alguns deles, as vítimas chegaram a ser esquartejadas. Contra ele estavam abertados diversos mandados de prisão. Bebeu respondia por tráfico de drogasassociação ao tráfico e homicídios qualificados.

Na noite desta terça, com o criminoso, que estava na companhia de um comparsa que se rendeu diante dos policiais, a polícia encontrou e apreendeu um revólver calibre .38, marca Taurus; três munições calibre .38, além de três estojos deflagrados; 11 trouxas contendo substância verde análoga à maconha; 10 pinos contendo substâncias branca análoga à cocaína; uma vasilha branca contendo substância branca análoga à cocaína. A ocorrência foi registrada na 22ª Delegacia, em Simões Filho.

A abordagem policial
De acordo com a Polícia Militar (PM), por volta das 22h, guarnições da 53ª CIPM faziam patrulhamento no Centro de Mata de São João quando receberam uma denúncia feita por um popular o qual apontou que Bebeu tinha acabado de embarcar em um carro branco e seguido na BA-093, sentido Dias D’Ávila.


Na tentativa de encontrar o bandido, os policiais passaram a realizar abordagens na rodovia a diversos veículos com a respectiva característica. Durante a ação, a equipe solicitou e contou com o apoio de policiais da CIPT/CPRMS (Companhia Independente de Policiamento Tático/ Comando do Policiamento da Região Metropolitana de Salvador).

Nas imediações do entroncamento de Dias D’Ávila, os PMs visualizaram o carro com a característica apontada na denúncia. Foi realizado o acompanhamento do veículo até o canal de tráfego, onde foram abordados.

Após a abordagem policial, um dos ocupantes do carro não apresentou resistência e se rendeu. O outro, Bebeu, desceu do veículo pela porta do fundo, tentando fugir para uma área de matagal e atirou em direção às guarnições. Houve troca de tiros e o bandido foi atingido. O criminoso ainda foi socorrido para o Hospital Geral de Camaçari, onde foi confirmada a morte.

Chacina
No total, nove pessoas foram mortas na madrugada do dia 28 de agosto deste ano. As vítimas que tiveramos corpos carbonizados foram identificadas como Carla Souza dos Santos, de 17 anos; Gabriel Souza dos Santos, de 13 anos; Brenda Bispo dos Santos, de 16 anos; Bianca dos Santos Almeida, de 18 anos; e Carlos Augusto Gonzaga dos Santos, de 41 anos. Os corpos que tinham marcas de tiros eram de Sara Miranda Magalhães, de 65 anos, e Clícia Costa Magalhães, de 35 anos.

Saiba o motivo da chacina.

Entre as vítimas, também estão uma mulher chamada Cristiane, que ainda não teve o nome completo, nem a idade, confirmadas pela polícia; e o homem conhecido como Preá, o suposto alvo da ação criminosa. A identidade de Preá ainda não foi divulgada e não se sabe se ele e o homem identificado como "Carlos Augusto" são a mesma pessoa.

Quatro criminosos participaram da chacina. Dois foram mortos em confronto com a polícia na madrugada do dia 29 de agosto e um deles era conhecido como “Mateus”. Um acabou preso e confessou à polícia a participação no crime. O quarto envolvido, ‘Bebeu’, conseguiu fugir, mas morreu na noite desta terça.


O alvo
O principal alvo dos criminosos era ‘Preá’, ex-namorado de uma mulher que atualmente namorava o mandante do crime. A mãe dessa mulher, ex-sogra de Preá, identificada como Cristiane, também foi assassinada na chacina.


Sobreviventes
Um adolescente, de 12 anos, conseguiu sobreviver. Ele estava dentro da casa incendiada, mas conseguiu fugir e pedir ajuda para vizinhas. Ele teve mais de 50% do corpo queimado. Um bebê, de um ano e meio, também sobreviveu. A polícia informou que ele estava dentro da casa, mas foi poupado pelos criminosos e resgatado pelo pai.

Fonte:bnews.com

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Post Top Ad

Responsive Ads Here