Chuvas deixam mais de 11.000 desalojados em 5 Estados - David Gouveia Notícias

DENGUE

DENGUE

Última

02/12/2022

Chuvas deixam mais de 11.000 desalojados em 5 Estados

 


Bahia, Espírito Santo, Minas Gerais, Paraná e Santa Catarina estão entre as unidades da federação mais afetadas

As fortes chuvas que atingem o Brasil neste fim de ano já deixaram mais de 11.000 pessoas desalojadas e 2.000 desabrigadas. Os dados são dos 5 Estados que estão entre os mais afetados: Bahia, Espírito Santo, Minas Gerais, Paraná e Santa Catarina.

Desabrigados são pessoas que necessitam de abrigo público. Já os desalojados são aquelas que precisaram deixar suas casas e foram para outros lugares, como casa de parentes ou amigos.

Eis últimos números divulgados:

  • Bahia: 3.684 desalojados e 342 desabrigados;
  • Espírito Santo: 1.596 desalojados e 530 desabrigados;
  • Minas Gerais: 3.506 desalojados; 956 desabrigados (dados acumulados desde 21 de setembro);
  • Paraná: 1.057 desalojados e 22 desabrigados;
  • Santa Catarina: 1.764 desalojados e 195 desabrigados.

Segundo o Inmet (Instituto Nacional de Meteorologia), quase todo o Brasil está em algum tipo de alerta.

Copyright Reprodução/Inmet

Alertas meteorológicos do Inmet para 2 de dezembro de 2022


O alerta amarelo significa perigo potencial, quando há previsão de situação meteorológica potencialmente perigosa. Há possibilidade de chuva de 20 a 30 mm por hora, com ventos de 40 a 60 km/h. Existe o baixo risco de corte de energia elétrica, queda de galhos de árvores, alagamentos e de descargas elétricas.

Já o laranja representa situação meteorológica perigosa. É quando a previsão é que chova de 30 a 60 mm, com ventos intensos de 60 a 100 km/h. Há risco real de corte de energia elétrica, queda de galhos de árvores, alagamentos e de descargas elétricas.

Por fim, o vermelho significa situação meteorológica de grande perigo. Significa que há previsão de que o volume de chuva seja ser superior a 60 mm por hora. Existe grande risco de alagamentos, transbordamentos e deslizamentos de encostas.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Post Top Ad

Responsive Ads Here