ANUNCIAE AQUI!



12/02/2021

Bolsonaro quer acesso a conversas da Lava Jato obtidas por Lula: ‘Tem meu nome lá’

Mensagens hackeadas e posteriormente apreendidas pela PF sugerem ação coordenada entre os procuradores do Paraná e o ex-juiz Sergio Moro
Foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil


O presidente Jair Bolsonaro afirmou nesta sexta-feira (12) que quer acesso às mensagens hackeadas de membros da Operação Lava Jato. Segundo ele, seu nome foi citado e a intenção é divulgar o referido conteúdo.

As mensagens objeto da Operação Spoofing foram concedidas à defesa do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva pelo Supremo Tribunal Federal (STF).

“Para que não haja dúvida, mandei pedir aquela matéria hackeada que está na mão do PT, na mão do Lula. Tem meu nome lá. Alguma coisa já passaram para mim. Vocês vão cair para trás. Chegando, eu vou divulgar. O Lula não vai divulgar. Já falou que não vai. Eu vou divulgar”, disse Bolsonaro a apoiadores, segundo a Folha de S.Paulo.

As mensagens hackeadas e posteriormente apreendidas pela Polícia Federal sugerem ação coordenada entre os procuradores da força-tarefa no Paraná e o ex-juiz Sergio Moro, na época responsável pela Lava Jato no estado. Nesta semana, a Segunda Turma do STF manteve a decisão que entregava as mensagens à defesa do ex-presidente, o que pode ser indicativo de declaração de suspeição de Moro. Com isso, a condenação de Lula no caso do tríplex do Guarujá pode ser anulada.

Em conversa com apoiadores por meio de um canal bolsonarista na internet, o presidente disse esperar que o STF libere todas as mensagens para ele. Se dizendo perseguindo, Bolsonaro mencionou investigações de sua vida financeira sem ordem judicial.

“O que conseguiram contra eu [sic], Jair Bolsonaro? Não tem nada, pô. Agora, ficam em cima de filho, em cima de esposa, parente, amigo, advogado que advogava para mim”, acrescentou

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postagem mais recente Postagem mais antiga Página inicial