ANUNCIAE AQUI!


14/02/2017

Começam movimentos internos por impeachment de Trump

Começam ganhar força nos Estados Unidos teses que pregam o impeachment do presidente Donald Trump. Núcleos dos Democratas e bota parte dos Republicanos acreditam em reais chances do afastamento.
 
Dos tópicos que já são tidos como polêmicos estão: a proibição imigrantes muçulmanos, demitiu a procuradora-geral, cancelou o Tratado Trans-Pacífico, ameaçou o México com a construção do muro, comprou uma briga cambial com a Alemanha e até desligou o telefone na cara do primeiro ministro australiano Malcolm Turnbull. Conflitos dentro e e fora, como pontua matéria da revista Exame.

De acordo com o deputado democrata Joaquin Castro, por exemplo, questiona-se se o presidente não interferiu na autonomia de outros poderes quando baniu imigrantes muçulmanos de entrarem nos Estados Unidos — esta foi uma das ações do governo mais questionadas. Para ele, há a possibilidade de Trump ter instruído a Agência de Proteção de Fronteira a ignorar ordens judiciais contra seu mandato executivo.

Um caminho de impeachment pode ser barrado, pois segundo o jornal New York Times 48% dos americanos aprovaram a medida de banir imigrantes de países de maioria muçulmana. Mas o assunto do impeachment começa ganhar forma, mesmo que de forma mínima.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postagem mais recente Postagem mais antiga Página inicial