Cerimônia de Beatificação de Irmã Dulce deve contar com 60 mil pessoas - David Gouveia Notícias

DENGUE

DENGUE

Última

17/03/2011

Cerimônia de Beatificação de Irmã Dulce deve contar com 60 mil pessoas


A apresentação oficial do projeto de Cerimônia de Beatificação de Irmã Dulce aconteceu na manhã desta quinta-feira, 17, na sede das Obras Sociais de Irmã Dulce (Osid), no Largo de Roma (Cidade Baixa). De acordo com os organizadores, cerca de 60 mil pessoas devem participar do evento que acontece no dia 22 de maio no Parque de Exposições de Salvador, a partir das 14h. Após a cerimônia, o Anjo Bom da Bahia será chamado de Bem Aventurada Dulce dos Pobres.

Os ingressos para a Cerimônia são gratuitos, mas devem ser retirados, a partir do início de maio, nas paróquias, na sede das Osid e na Rádio Excélsior (Rua Leovigildo Filgueiras, Garcia). As caravanas que vêm de fora de Salvador, no entanto, já podem encaminhar email para o endereço cerimonial@irmadulce.org.br solicitando credenciamento. Os ingressos serão enviados pelo Correios. A central de atendimento ao público funciona de segunda a sexta, das 8h às 18h, através do telefone 0800-284-52-84.

A Cerimônia de Beatificação, presidida por Dom Geraldo Majella, nomeado Delegado Papal pelo pontífice Bento XVI, começará às 17h com o rito de beatificação, que consiste em leitura da biografia resumida da freira, leitura da proclamação de beatificação e discerramento da imagem oficial de Irmã Dulce como Bem Aventurada Dulce dos Pobres, que ainda não foi divulgada. Este será o auge do evento, seguido pelo hino de Irmã Dulce, composto pelo Frei Capuchinho Ivan, de acordo com o Padre Manoel Filho, coordenador de cerimônia de beatificação. O evento deverá ser encerrado por volta das 19h30.

O Parque de Exposições, no entanto, será aberto às 14h. Os fiéis serão recebidos por uma banda executando músicas de paróquia e às 15h vão acompanhar um Auto com 700 crianças do Centro Educacional Santo Antônio (CESA).

Segundo a programação, no dia 21 de maio, às 16h, haverá uma missa no Santuário de Irmã Dulce (Largo de Roma), seguida de vigília. Dois dias após a Cerimônia de Beatificação, 24 de maio, acontece uma missa de agradecimento, no mesmo local; no dia 28 de maio, acontece a missa de consagração e instalação da Igreja e Santuário de Irmã Dulce, a partir das 8h30.

Participaram da apresentação do projeto da Cerimônia, a superintendente das Osid, Maria Rita Lopes Pontes, o arquiteto da CNBB (Confederação Nacional dos Bispos do Brasil), João Martins, que é responsável pela estrutura do evento, e o assessor de memória e cultura das Osid, Osvaldo Gouveia.

Memória - O processo de beatificação de Irmã Dulce foi encerrado após o Papa Bento XVI autorizar, em 10 de dezembro de 2010, a promulgação do decreto do milagre. A partir disso, qualquer graça pode ser analisada como potencial milagre de santificação de Irmã Dulce, de acordo com as Osid.

Irmã Dulce nasceu em 26 de maio de 1914 e foi batifizada como Maria Rita de Souza Brito Lopes Pontes. Ela se aproximou da religiosidade aos 13 anos, quando já ajudava moradores de rua no sótão de sua casa, doando roupas, alimentos, fazendo curativos e cortando o cabelo.

De acordo com levantamento da biografia do Anjo Bom da Bahia feita por Osvaldo Gouveia, Irmã Dulce ajudou moradores dos Alagados, levando médicos, um padre e doações para as palafitas. Durante sua vida, Irmã Dulce cuidou e abrigou moradores de rua doentes em diversos espaços públicos, incluindo os arcos da rampa da Igreja do Bonfim.

Em 26 de maio de 1959, ela fundou as Obras Sociais Irmã Dulce (Osid) e em 7 de julho de 1980 se encontrou pela primeira vez com o Papa João Paulo II. Em 1988, o presidente do Brasil, José Sarney, indicou Irmã Dulce para o Prêmio Nobel da Paz, o que foi apoiado pela rainha Sílvia da Suécia. Em 20 de outubro de 1991, o Papa João Paulo II volta a visitar o Anjo Bom da Bahia mas, desta vez, ela estava hospitalizada.

Em 13 de março de 1992, Irmã Dulce morreu, aos 77 anos, no Convento Santo Antônio. O seu sepultamento na Basílica de Nossa Senhora da Conceição da Praia reuniu milhares de devotos. O processo de beatificação da freira foi iniciado em 1999.


Fonte: A Tarde On Line

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Post Top Ad

Responsive Ads Here