Número de mortos na Região Serrana do Rio passa de 400 - David Gouveia Notícias

DENGUE

DENGUE

Última

13/01/2011

Número de mortos na Região Serrana do Rio passa de 400

Nova Friburgo, Teresópolis, Petrópolis e Sumidouro informam 444 mortos. Peritos do IML já identificaram 423 corpos.

Dilma Rousseff e o governador do Rio de Janeiro, Sérgio Cabral, durante visita a Nova Friburgo, após chuvas.

O número de mortos após as chuvas na Região Serrana do Rio passa de 400. A Polícia Civil informou, na tarde desta quinta-feira (13), que 423 corpos já foram identificados pelos peritos do IML (Instituto Médico Legal). Desse total, 199 mortes foram registradas em Nova Friburgo, 176 em Teresópolis, 35 em Petrópolis e 13 em Sumidouro.

O número de mortes pode ser ainda maior. A prefeitura de Teresópolis informou às 18h45 que o número de mortos subiu para 185. Em Sumidouro, a prefeitura confirmou um total de 19 mortos. Em Nova Friburgo, a prefeitura contabiliza 201 mortos. Já em Petrópolis, a prefeitura registrou 39 mortos. De acordo com os números municipais, portanto, o total é de pelo menos 444 mortos.


A chuva que devastou a Região Serrana do Rio esta semana já matou mais gente que a tragédia de Angra, no início do ano passado, e as chuvas de abril, que arrasaram locais como o Morro dos Prazeres, na capital fluminense, e no Morro do Bumba, em Niterói, na Região Metropolitana.

Dilma sobrevoa Região Serrana


Após sobrevoar a Região Serrana do Rio nesta quinta-feira (13), a presidente Dilma Rousseff e o governador Sérgio Cabral falaram sobre os trabalhos de resgate e reconstrução nas áreas atingidas pela chuva.

“É de fato um momento muito dramático. As cenas são muito fortes. É visível o sofrimento das pessoas. O risco é muito grande”, disse Dilma.

Sobre a prevenção de deslizamentos, Dilma disse que a questão é de ocupação adequada do solo
.


Nova Friburgo

Dois corpos foram achados nos escombros da Rua Luís Spinelli, no Centro de Nova Friburgo, após a retomada das buscas no fim da tarde desta quinta-feira (13), com a trégua da chuva. Um deles é o do sargento do 6º Grupamento de Bombeiros Militar (GBM), Marcos Antônio Werly da Conceição, o último dos três bombeiros que foram soterrados na quarta (12), durante as buscas por vítimas das chuvas.

Mais cedo, outro corpo já havia sido resgatado do mesmo local, e a Defesa Civil de Nova Friburgo chegou a suspender as buscas no local, após o reinício da chuva, por medida de segurança, mas o resgate foi retomado.














Fonte: G1

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Post Top Ad

Responsive Ads Here