Colisão entre ônibus e caminhão mata 1 e deixa 10 feridos na BA - David Gouveia Notícias

DENGUE

DENGUE

Última

08/11/2010

Colisão entre ônibus e caminhão mata 1 e deixa 10 feridos na BA


Uma pessoa morreu e nove ficaram feridas em um acidente na BA-093, km 18, na entrada do Distrito de Lamarão, entre Camaçari e Dias D'Ávila, nesta segunda-feira, 8. De acordo com policiais rodoviários estaduais, um ônibus da empresa Regional, que seguia para Ribeira do Pombal, colidiu de frente com um caminhão que carregava vasos sanitários.

O motorista do caminhão, Pedro Juimar Siqueira Soares, de 49 anos, não resistiu aos ferimentos e morreu ao dar entrada no Hospital Geral de Camaçari (HGC). Já o motorista do ônibus, Cláudio Souza Santos, 40 anos, que chegou a ficar preso nas ferragens, sofreu fraturas nos membros inferiores e foi encaminhado para HGC, onde vai passar por um procedimento cirúrgico.




As demais vítimas do acidente, Maria de Jesus, 57 anos, Mariana Santos Martins, 60 anos, Márcia Oliveira, 25 anos, Maria de Jesus, 34 anos, e um garoto de 4 anos, que sofreu traumatismo craniano, também foram encaminhados para o HGC.

A criança teve traumatismo craniano e aguarda transferência para outra unidade de saúde, de acordo Dorilda Pimenta, diretora geral do HGC. Maria de Jesus e Mariana foram suturadas na região da cabeça e continuam internadas, os demais feridos receberam alta ainda nesta manhã.

Valdete Maria de Jesus e Luzia Ferreira, de 46 anos, também ficaram feridas no acidente e foram levadas para o Hospital de Dias D'Ávila, onde já receberam alta, de acordo com Rafael Dantas, assessor comercial da Regional, que acompanha o atendimento as vítimas.

Uma décima pessoa, de identidade não confirmada, também teria sido levada para o HGC, mas deixou o Hospital por conta própria e seguiu para uma clínica particular da região.

No HGC, familiares das vítimas reclamaram do atendimento recebido no local. Segundo Adriana de Jesus, de 27 anos, filha de uma das pacientes, quando os feridos chegaram ao hospital não tinha médico suficiente para realizar os atendimentos, informação confirmada por funcionários da unidade, que preferiram não se identificar. Porém, segundo a diretora geral do HGC, Dorilda Pimenta, a informação não procede e o hospital realizou o atendimento às vítimas com todos os médicos presentes.
No HGC, familiares das vítimas reclamaram do atendimento recebido no local. Segundo Adriana de Jesus, de 27 anos, filha de uma das pacientes, quando os feridos chegaram ao hospital não tinha médico suficiente para realizar os atendimentos, informação confirmada por funcionários da unidade, que preferiram não se identificar. Porém, segundo a diretora geral do HGC, Dorilda Pimenta, a informação não procede e o hospital realizou o atendimento às vítimas com todos os médicos presentes.

Acidente - De acordo com o pedreiro Jorge Nascimento, de 39 anos, que passava de moto pelo local e testemunhou a colisão, o acidente aconteceu após Pedro Juimar, que conduzia o caminhão de placa KBE-8761, tentar ultrapassar um ônibus da empresa Cidade das Águas, que freou próximo a um ponto de ônibus para pegar um passageiro.

Jorge Nascimento acredita que o motorista do caminhão tomou essa atitude para não bater no fundo do ônibus, mas colidiu com outro coletivo da empresa Regional, de placa JQS-5081, que trafegava no sentido inverso. Com o choque, a cabine do caminhão ficou totalmente destruída e a carga virou na pista.

Segundo Rafael Dantas, o coletivo levava 28 pessoas no momento do acidente. Ele disse que a empresa prestará assistência aos passageiros do ônibus.


Fonte:http://www.atarde.com.br

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Post Top Ad

Responsive Ads Here