ENTREVISTA COM O CANDIDATO A GOVERNADOR DA BAHIA PAULO SOUTO - David Gouveia Notícias

DENGUE

DENGUE

Última

24/06/2010

ENTREVISTA COM O CANDIDATO A GOVERNADOR DA BAHIA PAULO SOUTO

1- Quais são os principais desafios que o senhor acredita ter que enfrentar na campanha de 2010?




R – O principal desafio de qualquer pessoa que assuma o governo da Bahia é a restauração dos serviços públicos nos setores que mais afetam a vida das pessoas, que são Segurança, Saúde e Educação. Infelizmente o governo atual provocou ou permitiu uma desestruturação dos setores essenciais, por falta de atitude, de comando ou por privilegiar demais a política em detrimento da administração. Outros desafios importantes são restaurar a esperança da população que acreditou muito na proposta de mudança e está claramente decepcionada e recolocar a Bahia numa posição de destaque no Brasil, líder dos estados nordestinos e motivo de orgulho para seu povo, coisas que, no governo atual, deixaram de acontecer.



2- Se eleito, quais são seus principais projetos para o Estado da Bahia?

R – A legislação eleitoral não permite que pré-candidatos antecipem seus programas de governo antes das definições das convenções partidárias. O que podemos dizer agora que traremos um programa consistente, totalmente factível pois eu nunca fui de prometer o que não posso fazer, trazendo soluções e apontando para o futuro. É isso que a Bahia exige, compromissos reais contra as promessas vazias.



3- Durante o período que o senhor esteve afastado do Governo da Bahia, atuando como presidente estadual do Democratas, quais pontos positivos e/ou negativos o senhor pôde destacar enquanto observador?

R – Esse período afastado do governo permitiu que eu me aproximasse ainda mais das pessoas, pudesse conversar com mais tranqüilidade, ouvir muito e olhar algumas questões de maneia diferente. Agora sei com a experiência acumulada em quase 40 anos dedicados ao serviço público que podemos encontrar soluções novas para velhos problemas.



4- Qual sua opinião sobre o artigo de Caetano Veloso, publicado no jornal “O Globo”, onde ele ressalta a política de Antonio Carlos Magalhães, e cita o Pelourinho como um local que se encontra em situação de abandono?

R - Na verdade o artigo faz uma análise despolitilizada da grande obra para a Bahia e para o Brasil que foi a recuperação do Patrimônio da Humanidade que é o Pelourinho. Foi um trabalho criterioso que contou basicamente com recursos do Estado em suas fases iniciais e que transformou um ponto que estava degradado num motivo de orgulho para os baianos e os brasileiros. E com sua acuidade, Caetano Veloso falou de algo que muita gente já sabe mas poucos tem coragem de falar. Que o governo do PT, que posa de democrático e republicano, resolveu abandonar alguns símbolos da Bahia, com a desculpa que eram símbolos da época do grupo político de Antonio Carlos Magalhães. E isso é algo que ninguém pode aceitar.



5- Às vésperas da eleição, Wagner promete lançar um plano de recuperação do Pelourinho. Qual a sua opinião diante desta ação? Será que é mais uma promessa de palanque movida pelas eleições?

R – No mínimo é a confirmação de que o Pelourinho foi deixado de lado por motivos políticos. Agora, depois de mais de três anos de abandono, o governo resolve se mexer para correr atrás do tempo perdido. E ninguém pode ter a certeza de que alguma coisa de fato vai acontecer, pois a praxe deste governo é prometer com rapidez, mas realizar com muita lentidão.



6- Quais os erros cometidos por Wagner que o senhor não cometeria?

R – O principal erro do governo Wagner é a concepção de que a política resolve tudo. Ele acha que cooptando prefeitos e lideranças, agradando deputados e prometendo o que não vai cumprir ele resolve os problemas a Bahia. Mas vivemos num estado com muitas questões e demandas que precisam de respostas e planejamento. E eu que tenho experiência, sei que a tarefa de administrar é dura. Temos que ter a clareza e a rapidez necessárias para tomar as decisões, muitas delas difíceis, mas que precisam ser tomadas. Fazer política é importante, mas quando a população elege alguém é para governar.



7- Qual seu plano de campanha para a Segurança Pública do Estado da Bahia? O senhor também concorda que o crack é responsável pelo atual índice (14 mil) de homicídios da Bahia como vem argumentando o atual governador Jaques Wagner?

R _ O principal problema da Segurança Pública é a falta de comando que deveria ser exercido pelo governador do Estado. Infelizmente o governador não deu a importância devida ao setor de segurança. Iniciou seu governo desestruturando tudo o que havia, trazendo muita gente de fora da Bahia e provocando problemas de relacionamento nas policias. Além disso, até agora não conseguiu refletir nos orçamentos a importância que tem o setor. E se há uma área onde a política tem que fica de fora, essa é a segurança pública.

É claro que o tráfico de drogas é um problema muito sério que deve ser combatido desde sua origem até as últimas instâncias. Mas quando o governo atribui ao crack o espantoso aumento de homicídios da Bahia ele está a meu ver procurando uma desculpa e elegendo um inimigo. É impossível chegar a esse número que o governo expos na propaganda, mesmo porque menos de 10% dos homicídios da Bahia são elucidados. Este é mais um exemplo do governo usando a propaganda para iludir a população.



8- Existe a possibilidade de uma possível aliança com Geddel Viera Lima caso um dos dois vá para o segundo turno com Jaques Wagner?

R – Não é momento para se falar em segundo turno nem em possíveis alianças. Mesmo porque não é uma atitude correta politicamente afirmar que um ou outro irá passar para o segundo turno. É claro que, por estar agora na oposição ao governo estadual, a tendência mais natural do PMDB seria continuar marchando com a oposição. Mas reafirmo que é muito cedo para tratar do assunto.



9- O senhor tem algum inimigo político?

R – Felizmente posso dizer que sou um homem sem inimigos. Na política o que deve entrar em debate são as idéias, e não as pessoas.

Fonte:http://www.seligabocao.com

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Post Top Ad

Responsive Ads Here