ANUNCIAE AQUI!



07/07/2021

CPI ouve servidor acusado de pedir propina na compra de vacinas; acompanhe

Servidor é acusado de ter pedido propina para autorizar a compra da vacina AstraZeneca pelo governo federal




O ex-diretor do Departamento de Logística do Ministério da Saúde Roberto Ferreira Dias, está sendo ouvido na CPI do Senado, nesta quarta-feira. O servidor é acusado de ter pedido propina para autorizar a compra da vacina AstraZeneca pelo governo federal.

A denúncia foi feita pelo policial militar Luiz Paulo Dominguetti, que, em depoimento à CPI, afirmou ter recebido pedido de propina para a compra de 400 milhões de doses do imunizante. Segundo Dominguetti, Dias sugeriu elevar o preço de cada dose em US$ 1 para que o valor pago a mais fosse distribuído aos envolvidos. O servidor nega a acusação.

Com informações da Agência Senado.

Acompanhe o depoimento:

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postagem mais recente Postagem mais antiga Página inicial