ANUNCIAE AQUI!


11/11/2020

Juventus vai oferecer ao PSG uma troca de Cristiano Ronaldo por Neymar, diz jornalista italiano

Segundo Tancredi Palmeri, time italiano vê oportunidade de uma operação de CR7 com o Paris por brasileiro. Diretor da equipe francesa, Leonardo não descarta contar com o português

 

Neymar e Cristiano Ronaldo, na última vez que se enfrentaram, pelas oitavas de final da Champions de 2017/18 — Foto: Getty Images

Vender Dybala e propor ao PSG uma troca de Cristiano Ronaldo por Neymar. Essa é a estratégia definida pela Juventus para a próxima temporada. Quem garante é o jornalista italiano Tancredi Palmeri, correspondente da beIN Sports, CNN e colunista do portal especializado em mercado do futebol, Tuttomercato. 

 

Palmeri divulgou a informação no mesmo dia em que Leonardo, diretor brasileiro do PSG, não descartou a possibilidade de contar com Cristiano Ronaldo no clube. O dirigente, no entanto, reiterou que iniciou conversas para uma possível renovação de contrato com Neymar.

 

A ideia por trás de toda a operação, segundo o jornalista, é reduzir alguns gastos a curto prazo, mas sem prejudicar a competitividade do elenco. Cristiano, de 35 anos, e Neymar, de 28, possuem contratos com Juventus e PSG, respectivamente, até junho de 2022. A atual eneacampeã italiana anunciou prejuízo de € 89,7 milhões (R$ 569 milhões) na última temporada. 

 

A equipe italiana vai propor uma troca simples. Ambos recebem o mesmo salário: cerca de € 31 milhões por temporada (R$ 192 milhões, na cotação atual). A Juve não se vê em condições de renovar o contrato com o craque português e enxerga no PSG uma grande oportunidade para uma negociação antes que o vínculo expire. 

 

De acordo com Tancredo, outro fator favorável à operação, no ponto de vista da Velha Senhora, é o constante desejo de Neymar de voltar para o Barcelona. Isso demonstra que o brasileiro está propenso a sair da equipe. Diante da incerteza da permanência de Messi no time catalão na próxima temporada, o futuro do brasileiro fica mais aberto. 

 

E Dybala? O argentino foi eleito o melhor jogador do Campeonato Italiano no ano passado, mas pouco fez sob o comando de Pirlo até agora. Perto de completar 27 anos, ele também tem contrato até junho de 2022, e a Juve não cogita a renovação. 

 

O camisa 10 exige receber o segundo maior salário do elenco para estender o vínculo. Isso significa passar dos € 7 milhões (R$ 44,8 milhões) por ano atuais para, no mínimo, os € 12,5 (R$ 80 milhões) pagos ao zagueiro De Ligt. A atual diretoria da Velha Senhora entende que é muito para um jogador que recusou propostas do Manchester United e Tottenham em 2019 e terá 20 anos em2022. 

 

As contratações de Chiesa, de 23 anos, e Kulusevski, de 20, são indícios de que o clube pensa no futuro sem Dybala. O meia tem seis jogos na temporada, apenas três como titular, e marcou um gol. Diante da instabilidade, a Juventus espera negociá-lo.

 Globoesporte

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postagem mais recente Postagem mais antiga Página inicial