ANUNCIAE AQUI!


20/08/2020

Crianças têm mais carga viral do novo coronavírus do que se acreditava, revela estudo

Segundo o estudo, as crianças podem contribuir mais para a propagação da Covid-19 do que se imaginava

Foto: Igor Santos/Secom
As crianças podem ter uma contribuição maior na propagação do novo coronavírus do que se imaginava. Segundo o estudo de investigadores do Hospital Pediátrico e do Hospital Geral de Massachusetts, nos Estados Unidos, publicado esta quinta-feira (20), as crianças possuem maior carga viral do que se acreditava.

Este novo estudo é o mais abrangente já realizado em crianças infectadas pelo vírus, envolvendo 192 crianças e jovens dos zero aos 22 anos. Segundo Lael Yonker, principal autoral da investigação, ao jornal português Público, “cargas virais mais altas sugerem um alto potencial de transmissão do vírus”.

A cientista ainda disse ao jornal português que os jovens não devem ser tratados como “livres da Covid-19”, pois podem desenvolver a doença, além de outras graves complicações relacionadas ao vírus.

“Não estava à espera de que a carga viral fosse tão elevada. Pensa-se num hospital e em todas as precauções tomadas para tratar adultos gravemente doentes, mas as cargas virais destes doentes hospitalizados são significativamente inferiores às de uma ‘criança saudável’ que anda por aí com uma elevada carga viral SARS-CoV-2”, disse.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postagem mais recente Postagem mais antiga Página inicial