ANUNCIAE AQUI!


01/10/2018

Após "guerra de liminar", Lewandowski ameaça denunciar desvio de poder no STF

Após o ministro do Supremo Tribunal Federal, Luiz Fux, cassar decisão do também ministro Ricardo Lewandowski que autorizara entrevista do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva ao jornal Folha de S. Paulo, Lewandowski ameaçou denunciar desvio de poder no Supremo Tribunal Federal.
Segundo a revista Época, o presidente do STF Dias Toffoli se encontrou com Lewandowski, na manhã desta segunda-feira (1º), em uma sala atrás do auditório da Faculdade de Direito da Universidade de São Paulo, quando Toffoli lamentou a guerra de liminares e disse que levaria o caso ao plenário da Corte. Foi quando Lewandowski afirmou ao colega, segundo a publicação, que "pensasse bem", pois ele não ficaria calado e deixaria o plenário sem participar da votação.
Depois da decisão de Fux, na sexta-feira (28), Lewandowski determinou nesta segunda-feira (1º) o cumprimento da decisão tomada por ele. De acordo com o ministro, entre os colegas do STF não há "qualquer hierarquia jurisdicional" e lembrou que esse tipo de decisão não precisa ser levada para plenário. Além disso, Lewandowski cobrou que o presidente do STF derrube a decisão de Fux.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postagem mais recente Postagem mais antiga Página inicial