ANUNCIAE AQUI!


07/05/2017

Vitória é o campeão baiano de 2017 invicto


Em um clássico onde o Vitória foi melhor no primeiro tempo e o Bahia no segundo, comemorou quem tinha a vantagem do empate. O 0 a 0 no placar, no Barradão, deu o bicampeonato baiano ao Vitória, neste domingo (7), no Barradão.

Dono da melhor campanha na competição, o Rubro-Negro entrou na final por dois resultados iguais. Com um 1 a 1 no jogo de ida, na Arena Fonte Nova, e o 0 a 0 no Barradão, o Leão levantou mais uma taça do estadual, e invicto, sem ter perdido uma partida sequer.

Agora, com expectativa sobre o nome do novo técnico, o Vitória volta a campo no próximo domingo (14), na estreia da Série A do Brasileirão, diante do Avaí, fora de casa. Já o Esquadrão estreia em casa, no mesmo dia, contra o Atlético (PR).
O JOGO

O primeiro tempo da final foi disputado, mas com um pouco de superioridade do Vitória. Os donos da casa construíram as principais jogadas da etapa inicial.

Mas, quem assustou primeiro foi o Bahia. Logo aos sete minutos, Edigar Junio recebeu bola na área, girou com facilidade sobre Alan Costa, mas errou o chute e mandou para fora.

Já o Vitória assustou pela primeira vez aos 22 minutos. Paulinho arriscou chute de longe e Jean se esticou para espalmar e salvar.

Um minuto depois, o Rubro-Negro perdeu chance clara. Cleiton Xavier bateu escanteio fechado, Jean espalmou e, no rebote, Bruno Ramires, livre, chutou por cima do gol.

Aos 29, o Leão perdeu mais um. Devid recebeu lançamento livre na área, mas tentou colocar errado e chutou para fora.

A blitz rubro-negra seguiu aos 33 minutos. Paulinho recebeu bola na área, driblou dois marcadores e chutou na trave.

No segundo tempo, o Bahia foi o único a voltar com mudança. Jackson entrou no lugar de Lucas Fonseca.


E a primeira boa chance foi do Bahia. Aos sete minutos, Zé Rafael chutou de primeira de fora da área, a bola desviou na zaga e bateu na rede pelo lado de fora.

Aos 21, o Tricolor chegou mais uma vez com perigo. Armero levantou bola na área, Tiago subiu sozinho, mas desviou de cabeça para fora.

A resposta do Vitória veio aos 30 minutos. Após roubada de bola, David partiu sozinho, deixou um marcador para trás, mas, na área, foi cortado na hora do passe.

Sem alterações no placar, o Vitória, dono da vantagem, sagrou-se bicampeão baiano no Barradão.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postagem mais recente Postagem mais antiga Página inicial