ANUNCIAE AQUI!


09/05/2017

Juíza que proibiu manifestações em Curitiba atacou Lula em redes sociais

A Lei Orgânica da Magistratura, o Código de Ética da Magistratura, o Código de Processo Civil e o Código de Processo Penal proíbem juízes de julgar quando já se manifestaram sobre uma questão


A juíza que proibiu manifestações em Curitiba por causa do depoimento de Lula na Justiça Federal, Diele Denardin Zydek, já usou o Facebook para atacar o ex-presidente e a ex-presidente Dilma Rousseff, diversas vezes.

Segundo a Folha de S. Paulo, Zydek se manifestou favorável à condução coercitiva de Lula em março do ano passado e elogiou o juiz Sérgio Moro, chamado por ela de “ídolo” e “inspiração”. No dia da condução coercitiva, 4 de março do ano passado, a juíza publicou o seguinte comentário no Facebook: “E hoje a casa caiu para Lula”, seguido de cinco símbolos de mãos aplaudindo.

O perfil da juíza, que também defende a prisão de menores de 18 anos como adultos e que a população tenha acesso a armas, estava na rede até esta segunda (8), e foi apagado nesta terça (9).


A Lei Orgânica da Magistratura, o Código de Ética da Magistratura, o Código de Processo Civil e o Código de Processo Penal proíbem juízes de julgar quando já se manifestaram sobre uma questão, segundo o advogado Paulo Rangel do Nascimento, que já defendeu uma série de magistrados em processos em São Paulo.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postagem mais recente Postagem mais antiga Página inicial