ANUNCIAE AQUI!



26/02/2022

Bolsonaro diz que embaixada vai resgatar brasileiros na Ucrânia

Nesta semana, Itamaraty afirmou que não tinha planos para buscar os 500 brasileiros que vivem na Ucrânia
São cerca de 500 brasileiros estão na Ucrânia, segundo dados da embaixada - (crédito: Ed Alves/CB)


O presidente Jair Bolsonaro (PL) voltou atrás e afirmou neste sábado (26/2), que o Brasil vai resgatar os brasileiros na Ucrânia. Pela redes sociais, o chefe do Executivo disse que a embaixada brasileira em Kiev embarcou cerca de 40 pessoas de trem para a cidade ucraniana de Chernivtsi, próxima à fronteira com a Romênia.

Depois da cidade fronteiriça, os brasileiros devem seguir para a embaixada brasileira em Bucareste. "Já houve confirmação de que outros brasileiros, acompanhados de outros cidadãos latino-americanos, cruzaram o mesmo ponto da fronteira hoje pela manhã e estão a caminho da capital romena", afirmou o presidente.

Nesta semana, o secretário de Comunicação e Cultura do Ministério das Relações Exteriores, o embaixador Leonardo Gorgulho, disse que o Brasil não tinha um plano de resgate para retirar os brasileiros que estão na Ucrânia. São cerca de 500 brasileiros no país, segundo dados da embaixada. O perfil dessa população no país em conflito é formado principalmente por comunidades diversas de estudantes, profissionais autônomos, especialistas em tecnologia da informação, atletas e religiosos. A maioria é adulto, há poucas crianças.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postagem mais recente Postagem mais antiga Página inicial