ANUNCIAE AQUI!



11/10/2021

Bolsonaro ameaça tirar verba da Saúde se veto a distribuição de absorventes cair

Segundo Bolsonaro, despesa para custear projeto de lei supera a marca de R$ 100 milhões

Foto:Marcos Correa/ Palácio do Planalto

O presidente Jair Bolsonaro (sem partido) ameaçou retirar verbas destinadas à saúde e à educação caso o Congresso Nacional ceda a pressão popular e derrube o  veto dele ao projeto de lei que previa a distribuição gratuita de absorventes higiênicos a meninas e mulheres de baixa renda. Segundo Bolsonaro, a despesa para custear os absorventes supera a marca de R$ 100 milhões.

"Ela colocou em distribuição gratuita, mas não é uma cegonha que vai levar a todo mundo", criticou. "Se o Congresso derrubar o veto do absorvente, eu vou tirar dinheiro da saúde e da educação, tem que tirar de algum lugar", complementou ao falar com a imprensa em Guarujá, no litoral de São Paulo, neste domingo (10).

Essa declaração se alinha ao que disse a ministra da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos, Damares Alves. Ao falar sobre o assunto na semana passada, ela indagou se a prioridade é a vacina ou absorvente .

Além disso, o governo alega que o projeto era inconstitucional por não indicar a fonte de custeio do recurso. Mas o projeto previa uso de verba do Sistema Único de Saúde (SUS).

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postagem mais recente Postagem mais antiga Página inicial