ANUNCIAE AQUI!



03/04/2021

Aos 84 anos, morre cantor Agnaldo Timóteo vítima do coronavírus

 

Foto: Jardiel Carvalho/Divulgação

O cantor Agnaldo Timóteo, de 84 anos, morreu neste sábado (3) no Rio de Janeiro vítima de complicações do novo coronavírus. O artista estava internado na UTI do Hospital Casa São Bernardo, na Zona Oeste do Rio, desde o dia 17 de março.

Em nota, a família do cantor afirmou que ele faleceu às 10h45 de hoje. “Temos a convicção que Timóteo deu o seu Melhor para vencer essa batalha e a venceu! Agnaldo Timóteo viverá eternamente em nossos corações! A família agradece todo o apoio e profissionalismo da Rede Hospital Casa São Bernardo nessa batalha”, afirmou, segundo o G1.

Em 2019, o cantor sofreu um acidente vascular cerebral (AVC) pouco antes de se apresentar na cidade de Santa Rita de Cássia, no interior da Bahia. Ao passar mal, ele foi internado em Barreiras e depois transferido para o Hospital Geral Roberto Santos (HGRS), em Salvador.

Carreira

Agnaldo Timóteo nasceu na cidade de Caratinga, interior de Minas Gerais, em 16 de outubro de 1936. Ele começou a carreira se apresentando no Grêmio Literário Nossa Senhora das Graças e logo depois começou a cantar nos programas da Rádio Sociedade Caratinga.

Contudo, o sucesso chegou após ele gravar a música “Meu Grito”, de Roberto Carlos. O cantor gravou mais de 50 discos e ficou famoso com canções como “Ave-Maria”, “Mamãe” e “Os Verdes Campos De Minha Terra”.

Em 1982, Agnaldo Timóteo entrou na política e foi o deputado federal mais votado da história do Rio de Janeiro. Em 1994 foi reeleito e dois anos depois venceu a disputa para vereador, também no Rio de Janeiro. Em 2000 ele tentou se reeleger, mas voltou à política mesmo em 2004, quando foi eleito vereador em São Paulo.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postagem mais recente Postagem mais antiga Página inicial