ANUNCIAE AQUI!


04/10/2020

‘O direito à vida foi um dos pilares que elegeu Bolsonaro’, diz Janaína Paschoal

Deputada criticou dissertação de Kassio Nunes, nome indicado pelo presidente para o STF, que defendeu que o Judiciário interfira em temas como o aborto

Foto: Maurício Garcia de Souza/Alesp

A deputada estadual Janaína Paschoal (PSL-SP) comentou a dissertação de mestrado de Kassio Nunes, nome indicado pelo presidente Jair Bolsonaro (sem partido) para o Supremo Tribunal Federal (STF), que defendeu que o Judiciário interfira em temas polêmicos como o aborto. Segundo ela, a pesquisa é “consistente” e de “linguagem clara”.

No entanto, a parlamentar defende que o Senado confronte Kassio Nunes para que ele responda questionamentos relacionados a sua dissertação.

“No capítulo que trata da Divisão Funcional dos Poderes do Estado, o candidato, citando Ronald  Dworkin, diz que o Judiciário pode ser acionado para fazer frente à maioria conservadora”, disse.

A parlamentar também disse que a opinião do nome escolhido por Bolsonaro contraria as pautas conservadoras do presidente durante a campanha eleitoral em 2018.

“Os eleitores de Bolsonaro não votaram nele para ter decisões típicas de um governo Haddad. O direito à vida, ou o direito a nascer, foi um dos pilares que elegeu Bolsonaro”, criticou.

 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postagem mais recente Postagem mais antiga Página inicial