ANUNCIAE AQUI!


01/11/2019

Navio suspeito de derramar óleo está ancorado na Nigéria

Investigadores da Polícia Federal já acionaram a Interpol para identificar e cobrar explicações do comandante do navio Bouboulina e dos dirigentes da Delta Tankers, empresa dona da embarcação Redação

bouboulina reproducao
Foto: Reprodução / Delta Tankers

O navio grego Bouboulina, suspeito de causar o derramamento do óleo que atingiu a costa brasileira está ancorado em um porto da Nigéria.

Segundo O Globo, investigadores da Polícia Federal já acionaram a Interpol para identificar e cobrar explicações do comandante da embarcação e dos dirigentes da Delta Tankers, empresa dona do navio.
Ainda não há informações sobre possíveis pedidos de interrogatório e outras medidas mais duras, como prisões.

Uma empresa especializada em georreferenciamento encaminhou à Polícia Federal 830 imagens, que permitiram a identificação da primeira mancha do óleo e estabelecer o provável momento do derramamento, que teria acontecido entre os dias 28 e 29 de julho.

O comandante do navio e a empresa são investigados por pelo menos três tipos de crime: poluição do meio ambiente, não adoção de medidas preventivas para evitar danos ambientais e, por último, a não comunicação do derramamento de óleo às autoridades competentes.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postagem mais recente Postagem mais antiga Página inicial