ANUNCIAE AQUI!


13/11/2018

Estudantes de escola pública criam dicionário de línguas indígenas

O projeto começou quando a professora de história da escola, Marciana Santiago de Oliveira, ouviu dois estudantes indígenas se cumprimentando


Estudantes do 6º ano do ensino fundamental da Escola Municipal Antônio Henrique Filho, de Brasilândia (MS), produziram um dicionário com ilustrações próprias para resgatar as línguas ofaié e guarani: o Dicionário Indígena Ilustrativa.

O livro chegou a ser distribuído nas escolas do município e para a biblioteca da cidade. A publicação é um dos premiados no Desafio Criativos da Escola, cujos vencedores foram anunciados nesta terça-feira (13).

Segundo os estudantes, há apenas cinco falantes da língua ofaié. Os mais jovens não chegaram a aprender o idioma. O projeto começou quando a professora de história da escola, Marciana Santiago de Oliveira, ouviu dois estudantes indígenas se cumprimentando.

A ideia de criar um dicionário dos idiomas foi construída em conjunto com os estudantes, a partir dos seus relatos. O projeto envolveu tanto os indígenas com as entrevistas e escolhas de palavras, quanto os não indígenas que se interessaram por aprender um pouco das duas línguas.

Premiação – O Desafio Criativos da Escola celebra e premia projetos protagonizados por crianças e jovens de todo o país que, apoiados por seus educadores e educadoras, estão transformando as escolas, comunidades e municípios. As equipes premiadas recebem R$ 1,5 mil e os educadores responsáveis por equipe, R$ 500. O prêmio é parte do programa Criativos na Escola da organização não governamental Instituto Alana.

Os demais projetos premiados estão disponíveis no site do Desafio.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postagem mais recente Postagem mais antiga Página inicial