ANUNCIAE AQUI!


17/08/2018

Apoiado por Lula, Haddad cresce e encosta em Bolsonaro, diz pesquisa

Quando o petista é apresentado como “apoiado por Lula”, chega a 15% das intenções de voto e assume a vice-liderança


Divulgada nesta sexta-feira (17), uma pesquisa do Instituto de Pesquisas Sociais, Políticas e Econômicas (Ipespe), contratada pela XP Investimentos, mostra que sem a presença do ex-presidente Lula, seu candidato a vice, Fernando Haddad (PT), encosta no deputado federal Jair Bolsonaro (PSL), que tem liderado as sondagens nos cenários em que Lula é retirado da disputa pela presidência da República.

Segundo o levantamento, o presidenciável do PSL oscila entre 21% e 23% em dois cenários simulados pelo levantamento.

A diferença na abordagem está na forma de apresentação do ex-prefeito de São Paulo Fernando Haddad, provável substituto de Lula nas eleições caso o líder petista seja impedido e concorrer.
Quando o nome de Haddad é citado sozinho, ele pula de 3% para 7% em relação ao levantamento anterior. Apesar do crescimento, ele segue atrás de Ciro Gomes (8%), Geraldo Alckmin (9%) e Marina Silva (11%).


Porém, quando Haddad é apresentado como “apoiado por Lula”, ele chega a 15% das intenções de voto e assume a vice-liderança. Neste cenário, Marina e Alckmin estão empatados com 9% e Ciro Gomes soma 7% da preferência do eleitor. Nos duas abordagens com o nome do ex-prefeito de São Paulo, “ninguém/branco/nulo” representam 24% das opiniões dos entrevistados.

No cenário que considera Lula como candidato do PT, o ex-presidente lidera com 31%. Bolsonaro vem em seguida com 20% e a quantidade de pessoas que responderam “ninguém/branco/nulo” cai para 13%. Na concorrência com o ex-presidente, Alckmin tem 9%, Marina 8% e Ciro Gomes, 7%.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postagem mais recente Postagem mais antiga Página inicial