ANUNCIAE AQUI!


29/11/2017

Day McCarthy, que ofendeu Titi, foi presa nos EUA em 2015

Autointitulada socialite foi detida em 19 de setembro de 2015 pela polícia do Estado americano da Virginia por manter ou frequentar uma casa de prostituição

 Dayane Alcântara Couto de Andrade, conhecida como Day McCarthy, a mulher que proferiu ofensas racistas contra Titi, filha de Bruno Gagliasso e Giovana Ewbank, já foi presa em 2015 nos Estados Unidos. Segundo o site Regional Inquirer, Day foi presa em 19 de setembro de 2015 pela polícia do Estado americano da Virginia por manter ou frequentar uma casa de prostituição.

No fim de semana, Day, uma internauta que se autointitula “socialite”, postou vídeos no Instagram falando frases racistas contra Titi, de 4 anos, e a chamando de “macaca”. Gagliasso prestou queixa contra a mulher na Delegacia de Repressão aos Crimes de Informática (DRCI), no Rio de Janeiro, nesta segunda-feira, e afirmou que pretende processá-la fora do Brasil – Day moraria no Canadá.

Não foi a primeira vez que Day atacou uma criança. Em agosto, ela foi banida do Instagram após publicar uma montagem comparando Rafa Justus, filha de Ticiane Pinheiro e Roberto Justus, ao boneco de terror Chuck.

Aproveitando que estava recebendo atenção por causa do caso de Titi nesta segunda, Day ainda mirou Anitta, afirmando que ela é usuária de drogas e que teria um vídeo comprometedor da cantora.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postagem mais recente Postagem mais antiga Página inicial